Feridas do pé diabético

REDE DE SERVIÇOS




  • 12/06/2019
    Setor realiza procedimentos e orienta pacientes sobre os cuidados necessários


    O beneficiário Cláudio Nicolau é diabético e passou por um processo de amputação de um dos dedos do pé, em virtude da doença. Ele ainda não era assistido pelo Centro de Endocrinologia e Diabetes do Ipesaúde, mas agora passou a ter à disposição, além de equipe multidisciplinar, uma estrutura que auxilia o seu tratamento. “Infelizmente eu demorei a buscar ajuda e não tinha esse acolhimento que estou tendo agora. Apoio total dos profissionais do Centro, que todo beneficiário deveria conhecer e, acima de tudo, começar a se cuidar o mais rapidamente possível”, conta.

    O relato do paciente justifica a importância do ambulatório para tratamentos de feridas localizado no Centro do Diabetes, que é de promover um amplo acolhimento, com procedimentos realizados de acordo com cada caso, como explica a responsável técnica do serviço de enfermagem, Fabíola Oliveira.

    “As situações que acometem os pés do paciente diabético podem variar desde rachaduras, feridas,  processo inflamatório na unha até um agravamento para amputação. Antes de ser direcionado ao ambulatório, existe todo um trabalho realizado pela equipe para identificar quais sãos os direcionamentos que devemos seguir, sempre buscando excelência no atendimento e acompanhamento constante junto a outros setores como nutrição, endocrinologia entre outros”,  explica. 

    De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, a doença é crônica e ocorre devido à falta de insulina que o corpo não produz, o hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue, ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. No que diz respeito às complicações, estão as doenças renais, glaucoma, catarata, além de sensibilidade nos pés e membros inferiores. 

    A enfermeira da sala de tratamento de feridas, Marília Nunes, conta que as orientações são sempre para que o paciente busque ajuda profissional. “Aqui no ambulatório nós recebemos vários tipos de situações, como a do senhor Cláudio Nicolau, que já é extrema. Em todos os casos, a recomendação é que o paciente não deixe de ser acompanhado para troca de curativos, administração de medicamentos para amenizar as feridas evitando possível evolução, além de dicas de como continuar o tratamento em casa. O Centro trabalha a partir da união da equipe para que o beneficiário possa viver bem e sem maiores complicações”, disse. 

    O Centro de Endocrinologia e Diabetes fica localizado em Aracaju, na pça. Almirante Tamandaré, 75, bairro São José. O atendimento é realizado de segunda à quinta-feira das 06:00 às 19:00 hs e nos dias de sexta-feira acontece das 06:00 às 13:00 hs. O telefone para contato é (79) 3211-2571. 



    1
    2
    3
    4